18 mai, 2017

ARMIS ITS na FICIS 2017 Pensar o futuro das cidades

news

Share on Facebook

Fórum Internacional das Comunidades Inteligentes e Sustentáveis “Fazer Cidades – Placemaking”


A “cidade inteligente” tem implícita a ideia da transformação das cidades dos nossos dias em espaços urbanos criativos de forma a proporcionarem um desenvolvimento inteligente e sustentável.

 

O objetivo é melhorar a qualidade de vida dos cidadãos e melhorar a eficiência e qualidade dos serviços prestados pelas autoridades e empresas. Esta perspetiva requer uma visão integrada da cidade e das suas infraestruturas, disponibilizando serviços e aplicações TIC aos cidadãos, empresas e autoridades que dela fazem parte.

 

A integração da infraestrutura através da tecnologia ajuda as cidades a melhorar a sua eficiência, o seu potencial económico, reduzir custos, atrair novos negócios, empresas e serviços, e melhorar a vida dos cidadãos.

 

Uma cidade inteligente deve ser criativa e sustentável, fazer uso da tecnologia no seu processo de planeamento com a participação dos cidadãos, especialistas, autarcas, líderes de opinião e empresas tecnológicas. Com o intuito de apresentar uma visão integrada e transversal dos principais avanços para o desenvolvimento inteligente, sustentável e inclusivo das regiões e dos municípios, a Armis ITS, representada pelo Diretor de ITS Luís Baptista, participou no FICIS 2017 - Fórum Internacional das Comunidades Inteligentes e Sustentáveis “Fazer Cidades – Placemaking”, que ocorreu em Braga, entre os dias 18 a 20 de Abril.

 

Orador do tema “Tecnologia e Inovação, Carlos Costa, Administrador da Armis, destacou a relevância dos Sistemas de Transportes Inteligentes (ITS), suas tendências e inovações que se afiguram capazes de moldar o funcionamento das cidades no futuro próximo.

 

De acordo com a Diretiva 2010/40/EU, a Comunidade Europeia deverá adotar até 2017 especificações (funcionais, técnicas e organizacionais) que garantam a compatibilidade e interoperabilidade das soluções de ITS na Europa. As primeiras prioridades são os sistemas de informação de tráfego e informação ao passageiro, sistemas de emergência e parqueamento inteligente.

 

A Armis ITS representa Portugal e participa ativamente em vários grupos de estudos europeus na definição de normas e guias de implementação de serviços ITS. É baseado nestas normas e guias que são desenvolvidos produtos que representam uma nova geração de soluções ITS para a área de transportes. São estas soluções que possibilitam a integração das infraestruturas e melhoram a mobilidade das pessoas e dos bens, aumentando a segurança e diminuindo o impacto ambiental.

 

 

 

 


Partilhar esta notícia:
Share on Facebook